Considerando os últimos relatórios epidemiológicos, que demonstram o avanço do coronavírus-COVID-19, de forma exponencial em nossa região, bem como a confirmação do 1º (primeiro) caso em nosso Município, foi publicado o Decreto n°616/2020, que restringe as atividades comerciais, permitindo o funcionamento apenas das atividades essenciais:
• Farmácias, drogarias e laboratórios;
• Supermercados e mercearias;
• Açougues;
• Hortifrutigranjeiros;
• Loja de alimentação e medicação de amimais;
• Distribuidoras de gás e água;
• Oficinas mecânicas e borracharias;
• Padarias
• Postos de combustíveis;
• Agências bancárias e casas lotéricas;
• Serviços de telecomunicações, internet e correios;

Para o funcionamento dos serviços essenciais, é necessário que os comerciantes observem todas as medidas de segurança exigidas nos decretos de n°597/2020, n°606/2020 e n°616/2020, como a disponibilização de álcool gel ou lavatórios, obrigatoriedade do uso de máscaras e observância do número de clientes permitidos no estabelecimento, de acordo com sua capacidade de lotação, dentre outras exigências.